A Brasília que não lê

Quem são esses brasileiros analfabetos residentes no DF?

Leia Mais

Projeto Leitura

O Projeto Leitura, tem como objetivo vencer um dos maiores desafios encontrados pelos professores e amantes da literatura: Criar o hábito da leitura.

Leia Mais

Projeto LEF

Projeto LEF Confira artigos, trabalhos, Vídeos, Fotos, projetos na seção do Letramento no Ensino Fundamental.

Leia Mais

Brasil cai em ranking global de universidades; veja as melhores

Novo ranking de universidades da Times Higher Education (THE) tem 21 instituições brasileiras, contra 27 no ano passado. Mas a número 1 continua a mesma

more_horiz

São Paulo — A revista britânica Times Higher Education (THE) divulgou a nova edição do seu tradicional ranking de universidades, que neste ano classifica as 1000 melhores faculdades de 77 países e traz uma má notícia para o Brasil.

Apenas 21 instituições de ensino superior do país entraram para a lista referente a 2018, contra 27 no ano passado.  

“É decepcionante que a participação do Brasil entre as principais universidades globais tenha diminuído”, afirma Phil Baty, diretor editorial dos rankings globais da THE. “Os resultados refletem a pressão que as universidades do país sofrem com a crise econômica e a crescente concorrência global no setor”.

Baty também afirma que o Brasil deve garantir a continuidade dos investimentos no ensino superior e “libertar suas instituições da burocracia desnecessária” se quiser expandir seu papel no cenário do ensino superior global.

O mau desempenho da economia cortou verbas do ensino superior e reduziu o salário dos pesquisadores. Este mês, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)  anunciou que não tem recursos para pagar bolsas até o final do ano.

Embora o número universidades brasileiras no ranking da THE tenha diminuído, o desempenho daquelas que permanecem continua relativamente estável. A Universidade de São Paulo (USP) continua sendo a líder brasileira, na faixa entre a 251ª e a 300ª posição.  

O Brasil também emplacou quatro novas participantes na edição deste ano: a Universidade Federal de Itajubá (601-800) e também Universidade de Brasília, Universidade Federal de Pelotas e Universidade Estadual de Ponta Grossa, todas na faixa 801-1000.

A metodologia leva em conta 13 indicadores de desempenho. São avaliadas variáveis como qualidade de ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e relevância internacional e proporção de alunos e professores estrangeiros.

Confira a seguir as 21 instituições brasileiras que entraram para o seleto grupo das melhores do planeta, segundo o levantamento:

Categoria pai: Seção - Blog

Uma palavra depois da outra


Crônicas para divulgação científica

Em 23 de Outubro de 2017, chegamos a 5052 downloads deste livro. 


:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad
:: Baixar PDF


Novos Livros

Perfil

Nasci no remoto ano de 1945, em São Lourenço, encantadora estação de águas no sul de Minas, aonde Manuel Bandeira e outros doentes iam veranear em busca dos bons ares e águas minerais, que lhes pudessem restituir a saúde.

Leia Mais

Publicações

Do Campo para a cidade

Acesse:

 

Pesquisar