Japão inaugura primeira universidade totalmente pela internet

Folha Online

A inauguração da primeira universidade cibernética do Japão, que prevê atividades exclusivamente pela internet (tanto para a freqüência das aulas quanto para a realização das provas), está programada para o primeiro semestre de 2007.

O projeto piloto, anunciado em Tóquio, com o apoio do Ministério da Educação, chamado de Cyber University, será gerenciado, principalmente, por uma empresa privada, subsidiária do gigante das telecomunicações Softbank.

Localizado na cidade de Fukuoka, ao sul do Japão, a nova universidade propõe cursos de graduação com duração de quatro anos em dois cursos disponíveis, inicialmente: de Tecnologia da Informação e de Bens Culturais.

Freqüentar a Cyber University será uma experiência completamente hi-tech: as aulas serão transmitidas em áudio-vídeo, e os materiais, como textos de apoio e anotações, estarão disponíveis para download na internet. A capacidade é de cem professores e de aproximadamente 1.300 alunos --um número limitado para não comprometer a qualidade do ensino, pelo menos no primeiro ano de testes.

Para proteger a universidade de fraudes do mundo virtual (provas adulteradas e trabalhos falsificados), será instaurado um forte sistema de reconhecimento dos estudantes, que serão constantemente chamados para confirmar a própria identidade com o auxílio de senhas pessoais.

Categoria pai: Seção - Novidades

Pesquisar

PDF Banco de dados doutorado

Em 11 de janeiro de 2022, chegamos a 182 downloads deste livro. 

:: Baixar PDF

A Odisseia Homero

Em 01 de janeiro de 2022, chegamos a  6.573 downloads deste livro. 

:: Baixar PDF

:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad

Uma palavra depois da outra


Crônicas para divulgação científica

Em 11 de janeiro de 2022, chegamos a 11.759 downloads deste livro.

:: Baixar PDF

:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad

Novos Livros

 





Perfil

Nasci no remoto ano de 1945, em São Lourenço, encantadora estação de águas no sul de Minas, aonde Manuel Bandeira e outros doentes iam veranear em busca dos bons ares e águas minerais, que lhes pudessem restituir a saúde.

Leia Mais

Publicações

Do Campo para a cidade

Acesse: