No Brasil, 11,5% das crianças de oito e nove anos são
analfabetas, segundo o IBGE. O percentual supera a média nacional entre
adultos, de 10%. No Nordeste, o índice infantil vai a 23%. No Maranhão
atinge o pico nacional: 38%. Apesar de ter havido redução significativa
desde 1982, quando o índice nacional era de 47%, o ritmo da melhora vem
caindo. Se for mantido, o país não cumprirá a meta, estabelecida pelo
movimento Todos pela Educação, de ter 100% das crianças plenamente
alfabetizadas até 2022. A Provinha Brasil, do Ministério da Educação, que
também avalia o nível de alfabetização no segundo ano do ensino fundamental,
vem apresentando resultados igualmente dramáticos. Os dados reforçam a
necessidade de dar mais atenção à pré-escola. Entre as crianças que têm de
quatro a seis anos, 22% estão fora do pré -fonte certa de estímulos e
elementos pedagógicos de grande valia para o desenvolvimento intelectual
infantil.
As crianças mais pobres são as que estão mais afastadas da estrutura
escolar. Entre famílias cuja renda per capita é de mais de cinco salários
mínimos, apenas 5,5% das crianças de quatro a seis anos estão fora da
escola. Já entre as que têm renda de até um quarto de salário mínimo per
capita, o índice salta para 30%. A redução da idade mínima obrigatória
para ingresso no ensino fundamental -de cvlsete para seis anos- foi decerto
benéfica. O governo já discute com os municípios, principais responsáveis
pela educação infantil, *a possibilidade de tornar obrigatória também a
frequência na pré-escola.* *A universalização e a devida valorização dessa
etapa escolar são estratégicas para o país. *É preciso investir mais na
instalação e na qualificação da rede de pré-escolas e de creches. Do
contrário, o analfabetismo em crianças que já deveriam dominar o básico da
língua não será extinto num prazo visível.

Fonte: CVL

 

Categoria pai: Seção - Notícias

Pesquisar

PDF Banco de dados doutorado

Em 11 de janeiro de 2022, chegamos a 182 downloads deste livro. 

:: Baixar PDF

A Odisseia Homero

Em 01 de janeiro de 2022, chegamos a  6.573 downloads deste livro. 

:: Baixar PDF

:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad

Uma palavra depois da outra


Crônicas para divulgação científica

Em 11 de janeiro de 2022, chegamos a 11.759 downloads deste livro.

:: Baixar PDF

:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad

Novos Livros

 





Perfil

Nasci no remoto ano de 1945, em São Lourenço, encantadora estação de águas no sul de Minas, aonde Manuel Bandeira e outros doentes iam veranear em busca dos bons ares e águas minerais, que lhes pudessem restituir a saúde.

Leia Mais

Publicações

Do Campo para a cidade

Acesse: